A hora é agora

Cada segundo é tempo para mudar tudo para sempre... (Charles Chaplin)

sábado, 8 de outubro de 2011

Das antigas


Eu ainda sou daquelas antigas,
que sonha com cartas perfumadas,
o ursinho na cabeceira,
a lembrança de um beijo.

Eu ainda sou daquelas antigas,
que espera um beijo roubado,
do amor amado,
a olhar,
a bela amada.

Eu ainda sou daquelas antigas,
que precisa de um motivo pra sonhar,
que acorda com o pensamento,
nuvens,
melodias.

Eu ainda sou daquelas antigas,
que acredita em olhares, em lembranças.
Que ainda guarda versos antigos,
lembranças de um encontro,
um perigo,
um afago.

Eu ainda sou daquelas antigas,
que só de vê se arrepia,
capaz de viajar o mundo,
e ainda assim,
amá-lo intensamente.

Eu ainda sou daquelas antigas,
que tem medo de ser mentira,
tudo que foi real,
irreal, ilusão,
que saudade.

Eu ainda sou daquelas antigas,
que sente saudades,
de ainda ser assim,
metade de mim.

Vanessa Siqueira

Um comentário:

  1. Eu também sou daquelas antigas! ^^
    Que saudade floor!
    Beijoo

    ResponderExcluir

O seu comentário motiva cada emoção postada aqui.
Obrigada e volte sempre.

=)